Refresque o seu browser!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Docentes universitários serão avaliados a cada dois anos

Artigo

Docentes universitários serão avaliados a cada dois anos

A responsável falou nesta quinta-feira última.

Redacção
22/4/2019
Docentes universitários serão avaliados a cada dois anos
Foto por:
DR

A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação anunciou nesta quinta-feira, em Benguela, que o desempenho dos docentes do ensino superior será avaliado a cada dois anos, com início em 2020, visando garantir maior qualidade nesse subsistema.

Segundo Maria do Rosário Sambo, que falava na abertura do seminário sobre “A harmonização curricular e avaliação do desempenho docente”, a avaliação do desempenho dos docentes no presente ano lectivo, 2019, decorrerá em 2020, tendo enfatizado que, em 2022, o docente será avaliado pelo seu desempenho de 2020 e 2021.

A governante considerou a avaliação de desempenho crucial para a carreira docente, tal como está plasmado no estatuto da carreira dos professores do ensino superior, publicado através do Decreto Presidencial 191/18, de 8 de Agosto, cujo sector não pretende ter diplomas legais publicados sem a devida aplicação.

Para que a avaliação decorra, de acordo com a responsável, é necessário que os gestores e os docentes dominem a proposta de regulamento que se encontra em fase de consulta no ensino superior, assim como as propostas de avaliação institucional interna e externa e de acreditação para que cada unidade orgânica deste subsistema de ensino se debruce sobre as mesmas e contribua para a sua melhoria no prazo de um mês.

“Não se pode falar com propriedade da avaliação de desempenho sem que a mesma esteja verdadeiramente instalada como cultura e como o docente é fundamental no processo de ensino e aprendizagem. É portanto um elemento-chave da garantia da qualidade do ensino”, disse.

Na mesma senda, citada pela Angop, afirmou que espera que os resultados deste seminário e o trabalho contínuo a ser realizado especificamente com as unidades orgânicas reforcem a capacidade e fomentem a cultura da qualidade também com avaliação do docente, e augurou que até o fim do ano académico de 2020 as unidades orgânicas possam adequar os currículos dos seus cursos de graduação às normas curriculares gerais.

Redacção
Colégios de Angola

Somos um Portal de Informação sobre Ensino e Educação, focado na promoção e divulgação das melhores práticas de gestão escolar. E somos uma montra para as empresas e marcas do sector.

1
Catálogo
2
Artigos
3
multimédia
4
agenda