Refresque o seu browser!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Fundação oferece manuais para formação artística às crianças da Ilha de Luanda

Artigo

Fundação oferece manuais para formação artística às crianças da Ilha de Luanda

A iniciativa visa garantir a formação artística dos petizes, enquanto durar a pandemia e o confinamento social.

Redacção
22/7/2020
Fundação oferece manuais para formação artística às crianças da Ilha de Luanda
Foto por:
DR

Cem pessoas entre crianças e adolescentes, da Ilha de Luanda, bairro Casas Novas, sector Ponta, começaram a receber nesta semana manuais de apoio para a formação artística, numa promoção da Fundação Arte e Cultura, através do seu projecto Escola das Artes.

A iniciativa visa garantir a formação artística dos petizes, enquanto durar a pandemia e o confinamento social.

De acordo com o comunicado enviado ao ONgoma News, o referido manual é uma produção da Escola das Artes da Fundação e traz conteúdos práticos nas áreas de dança Ballet, Reciclagem e Decoração, uma componente de Alfabetização e instruções sobra prevenção contra a Covid-19.

A entrega dos manuais começou nesta segunda-feira e está ser feita de porta a porta. As crianças contempladas fazem parte das mais de 300 crianças e adolescentes que frequentam o Centro Cultural da Fundação Arte e Cultura, na Ilha de Luanda.

“Esta é a primeira fase e estamos a atender 100 crianças, enquanto preparamos as condições para atender as outras crianças e adolescentes. A nossa intenção é manter o rítmo formativo das crianças e adolescentes que frequentam o nosso Centro Cultural”, declarou a responsável da Escola das Artes, Marta Faustino.

Isabel João Miguel, de 11 anos de idade, foi uma das primeiras beneficiadas. E segundo disse, tem saudades de voltar à escola e ocupar os seus tempos livres no Centro Cultural da Fundação, aprendendo artes.

“Eu quero ir para a escola, mas o coranavírus... está a aborrecer”, tentou desabafar, não encontrando palavras para exprimir o seu descontentamento pelo novo rumo que a sua vida tomou, fruto da pandemia. Para além do trabalho de casa, a pequena disse que vai aproveitando as tele-aulas, rotina que vai poder fazê-la ainda mais com o manual que recebeu.

Quem não ficou de fora foi a adolescente Marlene Domingos, de 15 anos de idade, que afirmou que vai conciliando a brincadeira com os trabalhos de casa, e agradeceu pelo manual, prometendo ler e praticar.

Além destes, Daniel de Carvalho Pacheco é uma criança de 8 anos e se encontrava a frequentar a terceira classe, antes da Covid-19. Demonstrou conhecer as medidas de segurança para se prevenir da pandemia, uma razão para dizer que não terá dificuldades de entender o capítulo sobre as medidas de prevenção que o manual traz, descreve a nota.

“Durante esta fase, ando a fazer as tarefas que a Fundação deixou e as tarefas da escola”, revelou o pequeno.

Redacção
Colégios de Angola

Somos um Portal de Informação sobre Ensino e Educação, focado na promoção e divulgação das melhores práticas de gestão escolar. E somos uma montra para as empresas e marcas do sector.

1
Catálogo
2
Artigos
3
multimédia
4
agenda