Refresque o seu browser!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Melhoria da qualidade da educação deve partir do ensino primário

Artigo

Melhoria da qualidade da educação deve partir do ensino primário

A afirmação é do director provincial da Educação no Cuando Cubango.

Andrade Lino
7/5/2019
Melhoria da qualidade da educação deve partir do ensino primário
Foto por:
DR

A melhoria da qualidade da educação deve partir do ensino primário, nível em que ao professor é exigido uma actuação profissional, para se garantir uma formação à altura do mundo moderno, ressaltou ontem, segunda-feira, em Menongue, o director provincial da educação no Cuando Cubango, Miguel Canhime.

O responsável falou na abertura do seminário da capacitação de professores que terá a duração de duas semanas, tendo avançado que todo docente deve saber ensinar com profissionalismo e rigor, para que o país ganhe quadros devidamente formados e que correspondam com as exigências do mundo actual.

O Governo angolano, através do Ministério da Educação, em parceria com o Banco Mundial, programou esta formação de professores das Zonas de Influência Pedagógica (ZIP), no sentido de melhorar, cada vez mais, o processo de ensino e aprendizagem.

Neste diapasão, Miguel Canhime defendeu que, para o país ter o ensino desejável, é preciso que o docente saiba aplicar, na prática, o que é orientado no processo de ensino em todos os níveis educativos.

Por seu turno, o supervisor nacional do Ministério da Educação, Dikweza Kangala, reforçou que a formação está inserida no projecto Aprendizagem para Todos (PAT), sendo um contributo da cooperação externa para a implementação das actividades nacionais de formação do pessoal docente.

Citado pela Angop, Dikweza explicou que a formação contribuirá para o projecto 4 e 5 do mesmo programa, no que tange ao desenvolvimento profissional dos professores em serviço e para avaliação externa das aprendizagens dos alunos.

Entre os aspectos em abordagem, constam a diferenciação pedagógica Volume II e a educação especial, tendo como finalidade contribuir na melhoria dos conhecimentos das competências dos docentes nas suas actividades em salas de aula.

A nível do Cuando Cubango, participam 763 professores do ensino primário de 27 escolas.

Andrade Lino
Jornalista e Fotógrafo

Amante das artes visuais e da escrita, além de jornalista e fotógrafo, Andrade Lino é também estudante do curso de Licentura em Língua Portuguesa e Comunicação na Universidade Metodista de Angola. Nos tempos livres é músico e produtor.

1
Catálogo
2
Artigos
3
multimédia
4
agenda