Refresque o seu browser!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
No Martins apresenta trabalho de pesquisa em Angola

Artigo

No Martins apresenta trabalho de pesquisa em Angola

O evento terá lugar no dia 9 deste mês.

Andrade Lino
1/7/2019
No Martins apresenta trabalho de pesquisa em Angola
Foto por:
DR

O artista visual brasileiro No Martins, em residência artística pelo programa internacional “Angola AIR” , estará, no próximo dia 9 deste mês a apresentar o resultado de seu trabalho de pesquisa em Angola, num encontro duplo com artistas e público em geral.

A apresentação terá dois momentos, sendo o primeiro no  ELA (Espaço Luanda Arte), das 16h às 18h, onde o artista irá apresentar o seu trabalho num  ́atelier aberto ́ e conversar sobre a pesquisa que tem desenvolvido de pintura, com moderação do galerista e produtor Dominick Tanner.

O segundo cenário será no  Centro Cultural do Brasil em Angola (CCBA), das 19h às 21h, onde vai exibir o seu trabalho de vídeo e conversará com o público, mostrando um filme que já fez no Brasil e outro inédito, realizado em Angola.

Os dois eventos têm entrada e classificação etária livre, de acordo com o comunicado que recebemos.

No Martins teve seus primeiros contatos com as artes visuais nas ruas de São Paulo, através da Pixação e do Graffiti, em 2003, aos 16 anos.

Por conta da curiosidade em conhecer novas linguagens artísticas, passou a frequentar os ateliês de gravura da Oficina Cultural Oswald de Andrade, entre 2007 e 2011, onde foi aluno de artistas como Rosana Paulino, Kika Levy, Ulysses Bôscolo, entre outros. Cursou Licenciatura em História e Artes Visuais.

Entre as exposições em que participou, destaca-se "Histórias Afro-atlânticas", no MASP e Instituto Tomie Ohtake, eleita pelo New York Times a principal exposição de 2018.

Sua produção artística transita em meio a pintura, performance e experimentação com objectos, nas quais investiga as relações interpessoais cotidianas, principalmente a convivência do Negro(a), no cotidiano urbano, problematizando questões de territorialismo, acesso, racismo, mortalidade e encarceramento da população negra brasileira.

O programa de residência   "Angola AIR" (Artist-In-Residence / Artista em Residência) é organizado pelo Espaço Luanda Arte, como uma forma de convidar artistas internacionais que tenham vontade de pesquisar / investigar em Angola algo que seja pertinente e inspirado para o seu trabalho e narrativa como artista, e assim criar um diálogo forte entre Artistas Nacionais e Artistas fora de Angola.

Andrade Lino
Jornalista e Fotógrafo

Amante das artes visuais e da escrita, além de jornalista e fotógrafo, Andrade Lino é também estudante do curso de Licentura em Língua Portuguesa e Comunicação na Universidade Metodista de Angola. Nos tempos livres é músico e produtor.

1
Catálogo
2
Artigos
3
multimédia
4
agenda