Refresque o seu browser!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
“O princípio da escola inclusiva é mais abrangente dando espaço a todas as crianças com necessidades especiais”, afirmou responsável

Artigo

“O princípio da escola inclusiva é mais abrangente dando espaço a todas as crianças com necessidades especiais”, afirmou responsável

Reforçou que as escolas devem reconhecer e satisfazer as necessidades diversas dos seus educandos.

Andrade Lino
11/12/2019
“O princípio da escola inclusiva é mais abrangente dando espaço a todas as crianças com necessidades especiais”, afirmou responsável
Foto por:
DR

A directora do Gabinete Provincial da Educação da Huíla, Paula Filomena Joaquim, afirmou nesta terça-feira, no Lubango, que “o princípio da escola inclusiva torna-se mais abrangente dando espaço e igualdade de oportunidades a todas as crianças e jovens com necessidades especais”.

A responsável, que defende a criação de escolas inclusivas para facilitar o estudo de pessoas com necessidades educativas especiais, discursava na abertura do I Congresso Internacional de Educação Inclusiva, realizado sob o lema “Superar a Inclusão Social através de Práticas Pedagógicas Inclusivas e Colaborativas”.

Na ocasião, Paula Joaquim reforçou que as escolas devem reconhecer e satisfazer as necessidades diversas dos seus educandos, adaptando-se aos vários estilos e ritmos de aprendizagem, de modos a garantir um bom nível de educação para todos, através de currículos adequados.

“As escolas do ensino geral devem inserir mais cada vez mais crianças e alunos que apresentem alguma deficiência”, sublinhou, tendo continuado que se pretende, com esta atividade, encontrar, através da colaboração, as melhores soluções para que as escolas, os professores, pais e encarregados de educação e a sociedade em geral possam responder os desafios da inclusão.

O certame é uma iniciativa do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED), do Gabinete Provincial da Educação e do Instituto Superior Politécnico Independente (ISPI) e  junta 300 professores do ensino primário, pais e encarregados de educação, de acordo com a Angop.

No presente ano lectivo, refere a fonte, foram identificados dois mil 594 alunos com deficiências físicas e motoras, sendo 83 na iniciação, mil 390 no ensino primário, 818 no I ciclo do ensino secundário e 303 no II ciclo do ensino secundário, nas 196 escolas públicas e privadas existentes na província, inclusive no ensino especial.

Andrade Lino
Jornalista e Fotógrafo

Amante das artes visuais e da escrita, além de jornalista e fotógrafo, Andrade Lino é também estudante do curso de Licentura em Língua Portuguesa e Comunicação na Universidade Metodista de Angola. Nos tempos livres é músico e produtor.

1
Catálogo
2
Artigos
3
multimédia
4
agenda