Refresque o seu browser!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Rose Palhares revela estar muito inclinada para a área do turismo

Artigo

Rose Palhares revela estar muito inclinada para a área do turismo

A estilista afirmou que há muito que se faça pelo turismo aqui em Angola, embora seja o estilismo o seu dom.

Andrade Lino
23/7/2020
Rose Palhares revela estar muito inclinada para a área do turismo
Foto por:
DR

A estilista luso-angolana Rose Palhares revelou estar muito inclinada para a área do turismo, algo que desperta muito a sua atenção, para além da moda, pois acredita que “temos um clima maravilhoso, o sol o ano todo ecostas ricas e maravilhosas”.

Numa conversa descontraída com o jornalista Sebastião Vemba, por ocasião do programa Taça Cheia, que é transmitido na 96.1 FM, aos sábados, a convidada afirmou que há muito que se faça pelo turismo aqui em Angola, embora seja o estilismo o seu dom.

“Digo sempre que onde há problemas há sempre oportunidades. Gostaria de ajudar no que tange ao nível do desemprego. Tenho ouvido todos os dias o clamor do povo por socorro”, exclamou, e partilhou ainda que, embora esteja a conquistar o mundo a fora, sente-se obrigada a agradecer a Angola, o país pede por ela, então as suas raízes trouxeram-na de volta, sentindo que tem de dar o seu contributo e está com projectos de empreendedorismo para ajudar os jovens angolanos.

Entretanto, antes de inserir os jovens no mercado detrabalho, Rose Palhares tenciona trabalhar em prol das suas formações. “A formação é primordial. Temos de formar os trabalhadores para que haja civismo, para que aprendam principalmente a ética de venda, pois é notável a decadência dos atendimentos em Angola”, explicou.

Com uma carreira de sucesso, um dos eventos marcantes da sua trajectória foi a participação no Festival de Cannes, disse, onde vestiu duzentas personalidades que não são celebridades, mas que são mulheres importantes nos seus países, como a actriz Ester, da série espanhola “La Casade Papel”, e muitas outras, segundo disse.

Paralelamente aos marcos,  a designer de moda revelou que já várias vezes foi questionada por ser filha de quem é, que as pessoas comentam e dizem que está onde está por causa de quem é o seu pai, comentando que “o real é que as pessoas vão sempre duvidar, vão sempre questionar”.

“Lembro que no meu primeiro prémio compartilhei a alegria com o meu pai, as pessoas sentiram-se orgulhosas, mas algumas continuavam questionando. No meu primeiro ano como estilista profissional, o meu pai arranjou a minha primeira loja e depois disso só tenho recebido o apoio emocional dele, que éfundamental para mim. Ser filha de quem sou abria portas no início. Mas e oconteúdo?”, questionou-se, recordando que o esforço também conta, e que hoje ninguém associa o esforço dos outros.

A artista começou a fazer roupas com panos africanos, isso para a sua primeira colecção, “e o pano africano acabou por ser tendência e começou a ser valorizado lá fora, tal como a música e as artes africanas foram divulgadas paulatinamente”, referiu.

Em termos de parcerias, a entrevistada contou que as suas actividades sempre decorreram por conta própria, bastando apenas saber com quem trabalhar, para não precisar de ter milhões para concretizar o seu sonho. Ainda assim, revelou, várias delas contaram com a intervenção de muitas personalidades, como a ex Primeira-Dama e alguns embaixadores.

Rose Palhares contou ainda que tem contacto com a vida urbana. Gosta de andar em bairros, ir às praças comprar tecidos e gosta de se sentar e conversar com as vendedoras na rua.‍

*Com Francisca Morais Parente‍

Andrade Lino
Jornalista e Fotógrafo

Amante das artes visuais e da escrita, além de jornalista e fotógrafo, Andrade Lino é também estudante do curso de Licentura em Língua Portuguesa e Comunicação na Universidade Metodista de Angola. Nos tempos livres é músico e produtor.

1
Catálogo
2
Artigos
3
multimédia
4
agenda